Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas

Desafios para o Coelho


postado em 03/01/2019 05:11

Entre os novos nomes no América está o atacante Neto Berola(foto: Rodrigo Clemente/EM/D.A Press %u2013 21/3/14)
Entre os novos nomes no América está o atacante Neto Berola (foto: Rodrigo Clemente/EM/D.A Press %u2013 21/3/14)
De volta à Série B do Campeonato Brasileiro, o América recomeça hoje sua caminhada para retornar à elite nacional com os desafios de remontar praticamente todo o grupo e superar a drástica queda de arrecadação que veio a reboque do rebaixamento. Diferentemente dos R$ 40 milhões que recebeu no ano passado dos direitos de transmissão, o clube terá em 2019 R$ 8 milhões para gastar com salários e reforços, o que obrigará a diretoria a ter criatividade na montagem da equipe que disputará o Campeonato Mineiro, a Copa do Brasil e a Segundona.

O time alviverde se apresenta às 15h30 com muitas caras novas e grandes mudanças em relação ao ano passado. Para repor as várias perdas, o clube contratou o zagueiro Diego Jussani, os laterais Leandro Silva e João Paulo e os atacantes Júnior Viçosa, Marcelo Toscano, Felipe Azevedo e Neto Berola. Outro que pode aparecer no CT Lanna Drumond é o também atacante Jonatas Belusso, que rescindirá seu contrato com o Coritiba.

O presidente americano Marcus Salum entende terá um grupo competitivo para começar bem a temporada: “A gente trouxe uma boa parte dos jogadores para o Mineiro. Vamos valorizar a base do Mineiro e completar o grupo para o Brasileiro. Busco jogadores experientes e algumas apostas em jogadores que a gente vem acompanhando há algum tempo. O América tem um departamento que vem analisando o mercado e temos vários jogadores mapeados dentro do valor que a gente pode pagar”.

A diretoria manteve o técnico Givanildo Oliveira apostando que ele fará a reformulação do grupo da maneira mais correta e equilibrada. Em sua quinta passagem pelo Coelho, o treinador de 70 anos por pouco não salvou o time do rebaixamento – foram duas vitórias e três derrotas na reta final do Brasileiro –, o que motivou os dirigentes a renovar o vínculo por mais um ano.

DESPEDIDAS Um dos pilares do Coelho nas últimas temporadas, o goleiro João Ricardo é a ausência mais emblemática em 2019. Depois de quatro temporadas em Minas, o goleiro de 30 anos foi contratado pela Chapecoense. Com isso, o titular da meta tende a ser o experiente Fernando Leal, de 37, que firmou compromisso com o clube por mais uma temporada. A diretoria não decidiu se buscará outro jogador para a posição.

Além de João Ricardo, não estarão mais no América os laterais Norberto, Aderlan, Carlinhos e Giovanni; os volantes Leandro Donizete, Wesley e David; os armadores Lincoln, Ruy e Gérson Magrão e os atacantes Rafael Moura, Robinho e Luan. (Roger Dias)

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade