Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas Acompanhamentos

Almôndega de carne de porco

Receitas fornecidas por José Eustáquio Pereira, de Patos de Minas: (34) 3821-1925


postado em 11/11/2016 08:00

Ingredientes:

- 3 quilos carne de pernilsuíno, moída duas vezes

ALMÔNDEGA

- 3 gemas

- 1 copo (tipo americano)de farinha de pão

- 60 g de sal

- 1 cabeça de alho amassado

- Pimenta-de-bode a gosto

- Pimenta-do-reino a gosto

- 1 copo (tipo americano) de óleo

- 1 litro de água

- 1 quilo de abóbora japonesa

BOLINHOPara a massa

- 1 quilo de farinha de trigo

- 1 copo (tipo americano) de leite

- 3 colheres (sopa) demanteiga de leite

- 2 tabletes de caldo de carne

- Meio litro de água

- Ovos batidos e farinha detrigo, para empanar

Para o recheio

- 1 quilo de carne-de-solcozida e desfiada (fria)

- Meio quilo de muçarela ralada

- Cheiro verde a gosto

Ondeficar:

Antares Hotel:(34) 3823-1188Astra Hotel:(34) 3821-8506Hotel do Otinho:(34) 3825-3155Center Patos Hotel:(34) 3823-1311Hotel Royal:(34) 3821-3430Hotel Veneza:(34) 3821-4984Hotel Victor:(34) 3825-3322Regis Hotel:(34) 3825- 3232

Modo de Preparo:

Em um recipiente, pôr a carne, as gemas, a farinha e os temperos. Sovar bem a massa, até ficar pastosa e no ponto para modelar. Fazer bolinhos no tamanho desejado. Levá-los ao fogo, com um litro de água e um copo de óleo, por 20 minutos. (A mistura com óleo e água deve estar aquecida). Escorrer e servir os bolinhos com salada.



Como fazer bolinho de abóbora

A massa

Descascar a abóbora e cozinhá-la em meio litro de água. Bater no liquidificador com o leite e a manteiga de leite. Levar ao fogo com a farinha de trigo e mexer até virar um angu. Deixar esfriar.

O recheio

Em um recipiente, misturar todos os ingredientes.

Montagem

Retirar pequenas porções da massa com as mãos. Com o dedo indicador, fazer um furo na massa e pôr uma colher (sopa) do recheio e fechar a massa em formato de coxinha. Empanar cada bolinho e fritar em óleo quente (quantidade que cubra os bolinhos) de oito a 10 de cada vez.



Tempero da velha amizade

Diz a sabedoria popular: "Quem tem um amigo, tem um tesouro". No Bar do Cabaça, em Patos de Minas, José Eustáquio Pereira e José Reinaldo Ferreira confirmam a máxima. São 30 anos de amizade, que começou quando os dois eram garçons. "Trabalhávamos no mesmo restaurante. De lá para cá, nos tornamos quase irmãos", conta Eustáquio. Há 26 anos, a dupla abriu o próprio negócio, tornando-se, além de amigos, sócios.

"O Bar do Cabaça é a nossa segunda casa. Às vezes, passo mais tempo ao lado dele do que da minha família", enfatiza Reinaldo. "Nunca tivemos uma discussão. Ele é mais que um irmão", completa Eustáquio. Aberto diariamente, o bar é parada ideal para um happy hour. No cardápio, porções caprichadas que arrancam suspiros. Duas delas ganham disparado quando o assunto é tira-gosto: bolinho de abóbora e almôndega de carne de porco.

No primeiro, a dupla substituiu, na massa, o óleo pela manteiga. Já as almôndegas, por incrível que pareça, não são fritas, mas cozidas, levadas ao fogo com água e óleo. Na hora de servir, a porção vem caprichada e decorada com alface, palmito, tomate e mandioca. Um espetáculo que faz com que a boa prosa entre amigos fique ainda melhor. Aliás, ali a amizade é o melhor tempero.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade