Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas Café da manhã

Broinha temperada

Receita fornecida por Fernando Penido de Medeiros, de Crucilândia


postado em 11/03/2016 08:40

Ingredientes:

- 1 kg de farinha de trigo

- 1 litro de água

- 500 ml de óleo de soja

- Tempero completo com alho a gosto

- 1 tablete de caldo de galinha

- Meia colher de colorau

- 12 a 15 ovos

- 200 g de presunto picado

- 200 g de mussarela picada

- 2 tomates médios sem sementes

- 1 cebola picadinha

- 1 cenoura ralada

Modo de Preparo:

Juntar a água, o óleo, o colorau e os temperos e levar ao fogo. Quando estiver fervendo, adicionar a farinha, para fazer uma espécie de angu. Colocar a massa na batedeira e adicionar os ovos, batendo até o ponto de enrolar com a mão. Colocar numa bacia ou gamela e acrescentar os demais ingredientes. Mexer com uma colher e fazer bolinhas com as mãos untadas com óleo. Colocar para assar, numa temperatura de 180 graus, durante aproximadamente 25 minutos, até corar.

Rende 100 broinhas.



Sabor da natureza

Montanhas, rios, mananciais que abastecem a região metropolitana, campos de hortaliças, áreas de mineração intensa, casarões coloniais e restos de mata atlântica compõem a paisagem entre as rodovias federais 381 e 040. Minas se encontra em estado bruto, sempre surpreedente, a cada curva de estrada. Em termos de comida, então, nem se fala. Em Crucilândia, a 97 quilômetros de BH, a descoberta da vez é a broa temperada, que faz bonito no lanche ou para acompanhar "umas e outras".

"Tem um gosto forte, mas é ótima com café ou cerveja", atesta Fernando Penido de Medeiros, de 36 anos, dono da Padaria da Praça, no Centro da cidade. Um dos segredos da receita é acertar o ponto da massa. "Sempre recomendo que sejam usados de 12 a 15 ovos, porque o ponto certo depende deles", orienta. Olhando a cidade, Fernando conta que encontrou em Crucilândia "um lugar bom de se viver". Há seis anos, trocou a efervescência da capital mineira pela tranqüilidade e ganhou alma nova.

Do setor de venda de automóveis, pulou para os alimentos e está certo de que saiu no lucro. Quem prova a broa lhe dá toda razão.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade