Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas Quitandas

Desmamada

Receita fornecida por Lazy Ulhoa Bijos, de Paracatu


postado em 22/01/2016 08:40

Ingredientes:

- 500 g de farinha de trigo especial

- 500 g de açúcar refinado

- 1 colher de chá de sal

- 2 litros de leite integral

- 4 dúzias de ovos

- 300 g de margarina ou manteiga

- 500 g de coco ralado (natural)

- 1 vidro pequeno de leite de coco

Defumados:

- De Belo Horizonte a Paracatu, não faltam produtos defumados, que podem ser conservados por mais tempo. Nas cidades do interior, as carnes, lingüiça de porco e outros embutidos já fazem parte do visual, não apenas de açougues, mas também de vendas. Normalmente, a produção é caseira.

Ondeficar:

Hotel Veredas (38) 3671-3366

Sesc Laces 3672-1385

Hotel Walsa 3671-6267

Modo de Preparo:

Numa panela grande, misturar o leite, a farinha de trigo, o açúcar e o sal. Mexer bem, com uma colher de pau, para não dar pelotas. A massa tem que ficar fininha, como um mingau. Leve ao fogo, por mais ou menos meia hora, mexendo sem parar. Bata as claras em neve e depois coloque as gemas (apenas o conteúdo, sem as películas) e bater novamente até perder o cheiro de ovo. Deixe o mingau esfriar e, numa bacia, misture os outros ingredientes.

Coloque em fôrmas do tipo usado para fazer brevidade, untadas com manteiga e polvilhadas com farinha de trigo. Leve ao forno moderado por 40 minutos.



História contada pelo sabor

Nossa viagem chega ao fim, fechada com chave de ouro. Na histórica Paracatu, a 492 quilômetros de Belo Horizonte, as quituteiras e cozinheiras ainda fazem pratos à moda do Brasil colonial, seguindo receitas escritas em letras bonitas nos cadernos de páginas amareladas. Registros que passaram de geração em geração, sem perder, na prática, o sabor. Moradora de uma das casas mais antigas da cidade, com mais de 200 anos de construção, Lazy Ulhoa Bijos, de 69 anos, é a rainha da sua cozinha.

"Minha paixão", orgulha-se. Mas também dá aula de culinária, tem clientela cativa e pensa, um dia, em lançar um livro com suas receitas. Certamente, terá como base o caderno, datado de 1936, que herdou da avó. Ágil ao lidar com temperos, ingredientes e panelas, dona Lazy faz como ninguém a desmamada ou "dismamada", como ela pronuncia. É um pudim para o lanche, que quase derrete na boca. Sem dúvida, vale a pena percorrer tanto chão para conhecer as criações de dona Lazy.

Ou, então, com a mesma paciência e amor pela culinária, testar uma de seus pratos preferidos. Boa sorte e aproveite!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade