Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas Pratos Principais

Traíra sem espinha

Receita fornecida por Célia Naves Torres, de Lavras: (35) 9172-0064


postado em 13/10/2010 10:50

Ingredientes:

1 traíra de 1 kg sem espinha

1 copo (americano) de vinagre

Meio copo (americano) de molho inglês

1 colher (sopa) de tempero

Farinha de trigo e fubá, nas mesmas quantidades, para empanar

Óleo para fritar

- Tentação:

- Impossível entrar na loja de chocolates Grenoble e não ficar com água na boca. A marca, que surgiu em Juiz de Fora, expandiu seu mercado para Lavras, em uma aconchegante loja no Centro. Além dos bombons, trufas e outras guloseimas, a casa serve saborosos chocolates quentes e café expresso.

Modo de Preparo:

Misturar o vinagre, o molho inglês e o tempero. Despejar por cima do peixe e deixar descansar por 15 minutos. Misturar a farinha de trigo e o fubá, em quantidade suficiente para empanar, e polvilhar nos dois lados da traíra. Aquecer o óleo em uma panela grande e pôr o peixe. Deixar fritar dos dois lados, sem que fique muito escuro.



Sabor do rio

(foto: Euler Junior/EM)
(foto: Euler Junior/EM)

A prosa é uma das grandes aliadas de quem quer conhecer, de verdade, o que há em um determinado lugar. Conversa-se daqui, assunta-se dali e pronto. Logo aparece aquela lista da qual constam o melhor tempero, a paisagem mais bonita e por aí vai. Confiantes nas boas dicas que receberam ao longo da jornada, os viajantes chegam à comunidade do Funil, um pequeno povoado às margens do Rio Grande, entre as cidades de Lavras e Perdões.

E, se tem rio, a receita não poderia ser outra senão de peixe. Quem prepara a especial traíra sem espinha, retirando, com olho clínico, todas as "vilãs" do peixe, é Célia Naves Torres. Criado há 50 anos pelos pais da atual proprietária, o Bar da Célia ocupa um lugar privilegiado, bem na beira da represa. Nos fins de semana ensolarados, há quem não dispense um mergulho nas águas cristalinas. "Os estudantes fazem a festa", comenta Célia.

Além da traíra, o lugar oferece piau, dourado e tilápia. Todos sequinhos e com o tempero sob medida.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade