UAI
Publicidade

Estado de Minas TROCA-TROCA

Governo de MG: temor por acordo com o Novo fez Viana ir do MDB para o PL

Pré-candidato ao Palácio Tiradentes, senador trocou de partido depois de apenas três meses como emedebista


01/04/2022 22:17 - atualizado 01/04/2022 22:17

O senador Carlos Viana
Carlos Viana espera ser o palanque de Bolsonaro em Minas Gerais (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press - 3/8/2020)
Pré-candidato ao governo de Minas Gerais, o senador Carlos Viana acertou nesta sexta-feira (01/04) a filiação ao Partido Liberal (PL). Ele quer ter o apoio de Jair Bolsonaro e, por isso, ingressou na agremiação do presidente da República. Viana estava no MDB há apenas três meses, mas temia que uma eventual aliança nacional entre os emedebistas, o Novo, o PSDB e o União Brasil tornasse inviável sua participação na corrida rumo ao Palácio Tiradentes.

"Eu não teria o apoio do MDB na eventualidade desse acordo se tornar realidade. Fui forçado a buscar outra porta", disse Viana, ao Estado de Minas.

As tratativas sobre a possível filiação do senador ao PL começaram com o deputado federal Marcelo Álvaro Antônio, ex-ministro do Turismo e pré-candidato ao Senado por Minas. Depois, Viana falou com Flávio Bolsonaro, que articula nacionalmente a campanha do pai à reeleição. O martelo foi batido hoje, em reunião no Palácio do Planalto, em Brasília (DF).

"Conversamos e chegamos a um acordo. O presidente Jair Bolsonaro colocou que não seria possível continuar no MDB. Isso deixaria o apoio dele muito fragilizado - e me chamou para filiar ao PL. Na mesma hora, aceitei", afirmou.

Agora, há, inclusive, a possibilidade de Viana assumir a liderança do governo Bolsonaro no Senado.

A filiação de Viana ao MDB foi selada em 20 de dezembro do ano passado. À época, o discurso era de aproveitar a chegada dele para aglutinar o partido. O senador garantiu que, quando chegou às fileiras emedebistas, foi bem recebido pelos agora ex-colegas. 

"Sou muito agradecido ao partido e ao deputado Newton Cardoso Júnior [presidente do MDB em Minas]. Mas, no contexto nacional, MDB, PSDB, União e Novo estão se juntando em um acordo em torno de uma terceira via. Isso muda o cenário estadual", assinalou.

A reportagem tenta, desde a tarde desta sexta, contato com Newton Júnior para obter o posicionamento do MDB a respeito da saída de Viana. Se houver resposta, este texto será atualizado. Apesar disso, a reportagem apurou que houve quem fosse pego de surpresa com a transferência do pré-candidato.

Além de Zema, Viana vai enfrentar, na disputa eleitoral, o outrora correligionário Alexandre Kalil, do PSD. O senador, inclusive, deixou de ser pessedista porque nutria o plano de tentar ser governador, mas não vislumbrava espaço para disputar a indicação com o ex-prefeito de Belo Horizonte.

 

Em março, pesquisa Quaest/Genial mostrou que o senador tem 5% das intenções de voto na disputa pelo Palácio Tiradentes. Ele está atrás dos líderes Romeu Zema, com 34%, e Kalil, com 21%.

André Janones (Avante) e Cleitinho Azevedo, agora no PSC, somaram, respectivamente, 7% e 6%, e estão tecnicamente empatados com o mais novo liberal. 

PL mineiro garante alinhamento a Bolsonaro

Viana contou que pretende trazer o presidente da República a Minas Gerais para pelo menos três visitas ao longo dos próximos meses. Ao longo da janela partidária, período para que políticos troquem de legenda sem risco de perda de mandato, os liberais mineiros arremataram a filiação de diversos parlamentares alinhados ao presidente da República. O prazo para as trocas se encerra às 23h59 de hoje.

Na Câmara dos Deputados, o PL mineiro filiou nomes como Eros Biondini, Junio Amaral, Léo Motta e Emidinho Madeira. Na Assembleia Legislativa, a "enxurrada" de adesões teve, por exemplo, Sargento Rodrigues, Bruno Engler e Coronel Sandro. Nikolas Ferreira, vereador de Belo Horizonte, também ingressou no partido.

Histórico

Flávio Bolsonaro, parte da articulação para garantir Viana como líder do palanque de Bolsonaro em Minas, veio ao estado em fevereiro para tentar atrair Romeu Zema à aliança. O governador, contudo, não se entusiasmou com a ideia e declinou o convite. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade