Publicidade

Estado de Minas

Com a palavra, os vereadores eleitos


30/11/2020 04:00

Desde o último dia 22, o Estado de Minas publica entrevistas com os 41 vereadores eleitos em Belo Horizonte. Em pauta, sobretudo, os futuros mandatos, que se iniciam no primeiro dia do próximo mês de janeiro. Os escolhidos pela população têm sido questionados sobre temas como as bandeiras prioritárias, a posição ante o governo do prefeito Alexandre Kalil (PSD) e os primeiros traços de suas atuações legislativas, como projetos de lei que já cogitam apresentar.

A primeira sabatinada foi Macaé Evaristo (PT), que estreará na Câmara Municipal em 2021. Depois, foi a vez de Flávia Borja (Avante), também debutante. O veterano Reinaldo Gomes (MDB) foi o terceiro a aparecer no espaço, seguido por Rubão (PP), outro novato. De volta ao Parlamento belo-horizontino após hiato de quatro anos, Bruno Miranda (PDT) teve sua entrevista publicada na edição de quinta-feira (26). Depois dele, vieram Walter Tosta (PL), Wesley Autoescola (Pros), Bráulio Lara (Novo) e, hoje, Iza Lourença (Psol).

O EM tem abordado, ainda, tópicos como a opinião dos eleitos sobre propostas polêmicas que tramitam na Câmara, como o Escola sem Partido, que proíbe, por parte dos professores da rede municipal de ensino, a abordagem de opiniões e visões políticas em sala de aula. Entre os objetivos da proposta, assinada por 21 integrantes desta legislatura, está o que é chamado de “neutralidade política, ideológica e religiosa”. Há, também, o impedimento da instituição de ensino em abordar questões sobre a orientação sexual. Aprovado em primeiro turno no ano passado, o projeto precisa ser votado novamente para receber o aval definitivo – ou ser descartado.

Ao longo das conversas, os futuros vereadores têm espaço para dizer como suas trajetórias de vida podem influenciar positivamente o poder Legislativo de BH. A composição da Câmara a partir do próximo ano terá 24 caras novas. Apenas 17 dos atuais vereadores conseguiram a reeleição. A renovação proporcionada pela eleição deste ano é, no mínimo, a maior que as vistas nos três pleitos municipais anteriores.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade