Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Campinas tem decisão marcada por clima de guerra


29/11/2020 07:03

A disputa pela sucessão do prefeito Jonas Donizete (PSB), em Campinas, opõe dois ex-vereadores populares, com quatro mandatos cada, e que fizeram um segundo turno em clima de guerra, com pesadas trocas de acusações. Dário Saadi (Republicanos) e Rafa Zimbaldi (PL) concorrem pela primeira vez à prefeitura, disputando a preferência de 843 mil eleitores. No primeiro turno, Saadi teve 25,78% dos votos válidos ante 21,86% de Zimbaldi.

Apesar dos ataques, ambos já fizeram parte do mesmo grupo político. Saadi, de 57 anos, é urologista, já presidiu um hospital municipal e tem apoio do prefeito, de quem foi secretário de Esportes. Zimbaldi, 39 anos, é técnico em mecatrônica e deputado estadual.

Foi da base de apoio a Donizette quando era vereador e rompeu com ele em abril. Na eleição, se aliou ao PSDB, que deixou o governo municipal em setembro.

Na campanha, Saadi deu foco ao perfil de "médico e gestor". Zimbaldi fez críticas ao prefeito e propôs o enxugamento da máquina pública. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade