Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Sete Lagoas: indecisos prevalecem, mas deputado estadual abre vantagem sobre atual prefeito

Douglas Melo, do MDB, lidera corrida pela prefeitura; em busca da reeleição, Duílio de Castro é o segundo


01/10/2020 19:30 - atualizado 02/10/2020 16:44

Parlamentar estadual e radialista, Douglas Melo tem a ponta na corrida eleitoral em Sete Lagoas.(foto: Daniel Protzner/ALMG )
Parlamentar estadual e radialista, Douglas Melo tem a ponta na corrida eleitoral em Sete Lagoas. (foto: Daniel Protzner/ALMG )
Em Sete Lagoas, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, 27,56% dos eleitores pretendem votar branco ou nulo na eleição que vai definir o responsável por administrar a cidade a partir do próximo ano. É o que revela levantamento da F5 Atualiza Dados — encomendado pela TV Alterosa e divulgado pelo Estado de Minas. O candidato a prefeito com mais intenções de voto é o deputado estadual Douglas Melo (MDB), com 24,74%.

Chama atenção ainda o número de indecisos, que representam 19,23% dos entrevistados. O segundo colocado é o prefeito Duílio de Castro (Patriota), com 16,28%. Em seguida, vêm Emílio Vasconcelos (PSB) — 4,74% — e Claudinei Dias (PT), com 3.08%. Saulo Calazans (Rede) e Coronel Marcos Peçanha (Cidadania) têm, respectivamente, 2,18% e 1,54%. O último colocado é Ramsés de Castro, do PMN, com 0,64%.


Indecisos dominam cenário espontâneo


No cenário espontâneo, em que os entrevistadores não apresentam nomes de candidatos aos eleitores, indecisos somam 33,59%. Brancos e nulos são 33,21%.

O concorrente mais citado é Douglas Melo, com 15,64%. Duílio tem 10,38%. Em seguida, vêm Claudinei Dias, com 2,31%; Emílio Vasconcelos, com 2,05%; e Saulo Calazans, com 1,79%.

Coronel Peçanha e Ramsés de Castro foram mencionados, respectivamente, por 0,77% e 0,13% dos participantes.

Para Domilson Coelho, diretor-executivo da F5, a pesquisa em Sete Lagoas mostra tendência de um eleitorado em busca de mudanças. O cenário, contudo, não é definitivo, sobretudo por conta do alto número de indecisos e do percentual de desinteresse — 36,54% afirmaram não ter interesse no pleito municipal deste ano.

“O ponto maior do número de indecisos é o desinteresse da população pela eleição. O eleitor ainda não procurou saber quem são os candidatos e a plataforma de cada um”, aponta.

Mais de 30% diz não votar em nenhum dos postulantes


Durante a pesquisa, 31,92% dos participantes afirmaram que não votariam, de modo algum, em nenhum dos concorrentes oficializados. Em contrapartida, 17,31% da população se mostra aberta a todos os postulantes.

Individualmente, o candidato com a maior rejeição é Duílio de Castro: 10,13%. Ele é seguido por Emílio Vasconcelos (9,23%) e Douglas Melo (8,59%).

Ainda conforme o levantamento, 43,85% do eleitorado que optou por um dos postulantes apresentados diz que a escolha é definitiva. Os que classificam a decisão como momentânea são 27,82%. Há, também, 17,18% cuja definição é de caráter inicial.

Maioria classifica prefeito como ‘regular’


A gestão de Duílio de Castro é tida como regular por 4,.03% dos setelagoanos. Boas avaliações são 23,21%; ótimas, 4,62%. Por outro lado, 16,15% diz que a administração é péssima, enquanto 12.44% classifica como ruim.

A pesquisa


Para construir o levantamento, a F5 ouviu 780 eleitores entre os dias 28 e 30 de setembro. A margem de erro é de 3,5 pontos percentuais — para mais ou para menos. O nível de confiabilidade é de 95%.

A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo MG-04350/2020.

O pleito deste ano está agendado para 15 de novembro. Sete Lagoas tem pouco mais de 168 mil eleitores — número inferior ao mínimo necessário para um eventual segundo turno.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade