Publicidade

Estado de Minas AVALIAÇÃO MÉDICA

Bolsonaro está "assintomático com exames laboratoriais e de imagem normais"

Presidente foi submetido a exames depois de participar da cerimônia de partida da missão humanitária brasileira ao Líbano


12/08/2020 15:46 - atualizado 12/08/2020 15:59

Bolsonaro passou por bateria de exames em hospital em São Paulo nesta quarta-feira(foto: Alan Santos/PR)
Bolsonaro passou por bateria de exames em hospital em São Paulo nesta quarta-feira (foto: Alan Santos/PR)
O presidente Jair Bolsonaro deixou o Hospital Vila Nova Star, nesta quarta-feira (12/08), em São Paulo, após passar por uma bateria de exames. Ele seguiu para o local em rápida estadia depois de ter participado da cerimônia de partida da missão humanitária brasileira ao Líbano, chefiada pelo ex-presidente Michel Temer.

Em nota, o hospital afirmou que Bolsonaro está “assintomático com exames laboratoriais e de imagem normais” e que se encontra “liberado para manter suas atividades habituais”.

“O Hospital Vila Nova Star informa que o senhor Presidente da República, passou por avaliação da equipe médica multiprofissional, está assintomático com exames laboratoriais e de imagem normais. Encontra-se liberado para manter suas atividades habituais”, diz um trecho do documento.

A equipe médica é composta pelo cirurgião-chefe Dr. Antônio Luiz de Vasconcellos Macedo, cardiologista Dr. Leandro Echenique e pelos infectologistas Dr. Esper Kallas e Dra. Maria Luísa Moura.

No dia 7 de julho, Bolsonaro foi diagnosticado com coronavírus e passou cerca de 20 dias em quarentena despachando do Palácio da Alvorada. Após a recuperação, em uma live no final do mesmo mês, ele se queixou de fraqueza, informou que estava com um quadro de infecção pulmonar e que seguia tomando antibióticos.

"Eu acabei de fazer um exame de sangue, estava com um pouco de fraqueza ontem, estava com um pouco de infecção também. Estou tomando antibiótico. Também, depois de 20 dias dentro de casa, a gente pega outros problemas. Peguei mofo no pulmão", disse o presidente, sem dar maiores detalhes.

Também hoje, Bolsonaro se submeteu a uma avaliação com o cirurgião Macedo, que o operou após a facada recebida no período eleitoral. No começo do ano, Bolsonaro afirmou que passaria por novos exames por conta de uma hérnia lateral, que provoca a distensão da barriga e chegou a brincar que “estava grávido”. Na data, o presidente explicou que tinha uma dilatação no abdômen.

“Tem realmente uma dilatação acontecendo. Tenho 64 anos, foram quatro cirurgias em que foi aberto todo o abdômen. Por duas vezes colocaram tudo para fora. Foi um negócio extremamente grave. Eu costumo até dizer: quatro gravidezes”.

Em setembro do ano passado, o chefe do executivo passou pela quarta intervenção cirúrgica para correção de hérnia incisional.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade