Publicidade

Estado de Minas

Bolsonaro come cachorro-quente de R$ 10 em quiosque de Brasília

Presidente vai a lanchonete desde primeiro mandato como deputado, há mais de 20 anos, diz dono do estabelecimento


postado em 03/12/2019 16:04 / atualizado em 03/12/2019 16:33

Bolsonaro voltou a lanchonete que costumava frequentar quando era deputado(foto: Reprodução/Redes Sociais)
Bolsonaro voltou a lanchonete que costumava frequentar quando era deputado (foto: Reprodução/Redes Sociais)
Depois de voltar de viagem a Resende (RJ), no sábado à noite, o presidente Jair Bolsonaro foi a um quiosque de cachorro-quente na Asa Norte, em Brasília. Ele foi ao trailer do Edivaldo, na 104 Norte.

O presidente tirou fotos com pessoas que estavam no local e comeu um dog tradicional sem batata, que custa R$ 10. “Ele vem aqui desde o primeiro mandato, há mais de 20 anos”, contou o dono da lanchonete, Edivaldo Marques de Souza.

Além do sanduíche pedido por Bolsonaro, a lanchonete oferece outros que levam frango, carne moída e pasta de alho. Nas redes sociais, a avaliação do quiosque é positiva, com destaque para a agilidade e para o sabor.

Outro em Resende

No dia anterior (29/11), Bolsonaro tinha feito algo parecido em Resende ao ir com a primeira-dama, Michelle. Eles foram a uma lanchonete de rua que costumava frequentar quando visitava a cidade carioca. Lá, ele comeu o sanduíche batizado, em sua homenagem, de Big Presidente e pagou R$ 18.

Bolsonaro viajou à cidade carioca para cumprir agenda de compromissos, entre eles uma visita à Academia Militar das Agulhas Negras (Aman), onde discursou.


Publicidade