UAI
Publicidade

Estado de Minas

Senado autoriza empréstimos milionários a BH e Contagem

Capital mineira poderá captar até US$ 138 milhões, enquanto cidade da Região Metropolitana tem teto de US$ 42 milhões


postado em 25/09/2019 17:27 / atualizado em 25/09/2019 19:25

Requerimentos foram solicitados pela bancada mineira no Senado(foto: Marcos Oliveira/Agência Senado)
Requerimentos foram solicitados pela bancada mineira no Senado (foto: Marcos Oliveira/Agência Senado)
O Senado autorizou, na tarde desta quarta-feira, que as prefeituras de Belo Horizonte e Contagem captem empréstimos milionários. A aprovação em plenário aconteceu depois de parecer favorável da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), nessa terça-feira, para ambos os casos. As matérias foram encaminhadas à promulgação logo depois do “ok” da Casa.

A capital mineira poderá fazer um empréstimo de até US$ 56 milhões (cerca de R$ 232 milhões) junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Segundo a Prefeitura de Belo Horizonte, o valor será revertido ao financiamento parcial do Programa de Modernização e Melhoria da Qualidade das Redes de Atenção em Saúde do município.

Outros US$ 82 milhões (cerca de R$ 340 milhões) podem ser captados junto à Corporação Andina de Fomento (CAF). O montante deve ser aplicado para obras de microdrenagem em córregos de BH. 

Contagem poderá contratar uma operação de crédito externo de até US$ 42 milhões (aproximadamente R$ 174 milhões) com a CAF. Os recursos serão usados para financiar parte do Programa Sistema Integrado de Mobilidade da cidade da Região Metropolitana de BH.

Os requerimentos foram solicitados pela bancada mineira no Senado, composta por Antonio Anastasia (PSDB), Carlos Viana (PSD) e Rodrigo Pacheco (DEM). Depois de os projetos de resolução serem promulgados, as prefeituras estarão autorizadas a fazerem as captações.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade