Publicidade

Estado de Minas

Deputada do PSL diz que fim de curtidas no Instagram foi para agradar ''gorda feminista peluda''

Carla Zambelli, que já protagonizou bate-boca com a líder do governo Bolsonaro, a deputada Joice Hasselmann, disse que a mudança teria sido direcionada a feministas


postado em 18/07/2019 08:55 / atualizado em 18/07/2019 09:10

A deputada federal Carla Zambelli (foto: Agência Câmara/Divulgação )
A deputada federal Carla Zambelli (foto: Agência Câmara/Divulgação )

O fim das curtidas no Instagram desagradou a deputada federal Carla Zambelli (PSL/RJ), que foi ao Twitter reclamar da medida anunciada pela rede social e acabou recebendo críticas pelo argumento usado. Segundo a parlamentar, que já protagonizou bate-boca com a líder do governo Jair Bolsonaro (PSL), deputada Joice Hasselmann, a mudança teria sido direcionada a feministas.
“E o Instagram sumiu mesmo com o número de likes. Tudo para a gorda feminista peluda do cabelo roxo não ficar deprimida ao ver o desempenho da coleguinha na rede”, escreveu.

Segundo Carla Zambelli, assim as redes sociais “afundam”.



A parlamentar recebeu respostas avalizando sua mensagem e outras a condenando. Uma das seguidoras disse que gordas feministas postam foto pelada no Instagram querendo aceitação. Outra disse que Cristo estava lendo o Tweet

No seu perfil no Twitter, a deputada se descreve como "conservadora, cristã, mãe e patriota". E diz que "se esquerda fosse boa, Jesus não se sentaria à direita do Pai".

O filho do presidente, vereador Carlos Bolsonaro, também reclamou do fim das curtidas no Instagram pelo Twitter. Ele disse que “o intuito é barrar o crescimento dos que pensam de forma independente, ou seja, aqueles que estão rompendo o sistema”. Ainda segundo o vereador, “quem raciocina sabe o q isso significa”.


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade