Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Correção: além da CCJ, PSL fica com presidência de outras 2 comissões na Câmara


postado em 12/03/2019 18:55

A nota enviada anteriormente contém incorreções. A Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência será presidida pelo PSC, e não pelo PSL, como constou. Assim, o partido do presidente Jair Bolsonaro fica com o comando de um total de três comissões. Além disso, Neri Geller é deputado pelo PP de Mato Grosso, e não do Rio Grande do Sul. Segue a nota corrigida:

O partido de Jair Bolsonaro, o PSL, acabou ficando com três comissões permanentes na Câmara. Além da principal delas, a de Constituição, Cidadania e Justiça (CCJ), que será presidida por Felipe Francischini (PSL-PR), a sigla leva ainda a de Relações Exteriores e de Defesa Nacional, que deve ficar com Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), e a de Fiscalização Financeira e Controle.

Os líderes definiram na tarde desta terça-feira, 12, o desenho em reunião. O número maior do que o previsto de presidências para o PSL foi um acordo para que o MDB pudesse liderar a considerada segunda mais importante da Casa, a de Finanças e Tributação (CFT), para Sérgio Souza (MDB-PR). O partido fica também com o colegiado de Turismo.

O partido de Rodrigo Maia (DEM-RJ), que já conta com três ministérios no governo, além da presidência do Senado e da Câmara, ficou apenas com a Comissão de Viação e Transportes. A Comissão de Agricultura ficou com o PP e deve ser liderada pelo ex-ministro da Agricultura, durante o primeiro mandato de Dilma Rousseff (PT), Neri Geller (PP-MT). O partido de Arthur Lira (PP-AL) fica também com a Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia.

Na oposição, o PT conseguiu a liderança de três colegiados que eram pleiteados pelo partido: Cultura, Direitos Humanos e Legislação Participativa. O PDT abocanhou a de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática. Os tucanos ficaram com a de Educação, para Pedro Cunha Lima (PSBD-PA).

Confira a lista completa das comissões e os partidos que ficaram com a presidência de cada uma delas:

Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural - PP
Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática - PDT
Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania - PSL
Comissão de Cultura - PT
Comissão de Defesa do Consumidor - PR
Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher - PTB
Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa - PSB
Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência - PSC
Comissão de Desenvolvimento Urbano - Podemos
Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços - SD
Comissão de Direitos Humanos e Minorias - PT
Comissão de Educação - PSDB
Comissão do Esporte - PSD
Comissão de Finanças e Tributação - MDB
Comissão de Fiscalização Financeira e Controle - PSL
Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia - PP
Comissão de Legislação Participativa - PT
Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável - PSB
Comissão de Minas e Energia - PRB
Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional - PSL
Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado - PR
Comissão de Seguridade Social e Família - PSD
Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público - PCdoB
Comissão de Turismo - MDB
Comissão de Viação e Transportes - DEM


Publicidade