Publicidade

Estado de Minas

PSDB lamenta desfiliação de prefeito de Contagem; Alex de Freitas segue sem partido

Desde o ano passado, Freitas já vinha discutindo a mudança de legenda. Ele ainda não anunciou seu destino


postado em 16/01/2019 16:05 / atualizado em 16/01/2019 17:14

(foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A Press)
(foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A Press)

O prefeito de Contagem, Alex de Freitas, e o PSDB romperam as relações. Nessa terça-feira, Freitas anunciou que deixa a legenda “convicto de estar fazendo a coisa certa”. Já a cúpula do partido em Minas divulgou nota “lamentando a perda de quadro tão valoroso”. O prefeito informou não ter destino partidário, por enquanto.


Na nota, a Executiva do PSDB em Minas, presidida pelo deputado federal Domingos Sávio, informa que a desfiliação ocorreu após conversa com o prefeito da cidade da Região Metropolitana de Belo Horizonte.


Sem tom de rivalidade, o comando tucano classificou Alex de Freitas como notável “homem público” e agradeceu o tempo em que esteve nos quadros da legenda e por ter “contribuído para melhorar nossas atividades democráticas em defesa de Minas e dos mineiros”.


O partido ainda destacou que em 2016 promoveu integral apoio a campanha de Alex. “Lembramos que em 2016 o partido filiou e hipotecou integral apoio à candidatura de Alex de Freitas, testemunhando sua histórica eleição e os primeiros anos de sua gestão pautada pela seriedade e pelo zelo à administração pública municipal de Contagem”.


No comunicado que fez ao anunciar sua desfiliação, Alex de Freitas disse que, devido às atribuições de prefeito, não esteve atuante nos últimos anos na política partidária, mas apoiou os candidatos da legenda.


O prefeito de Contagem afirma que é o momento de o partido procurar se reconectar com o povo. Lembrou que a legenda sofreu desgaste nas últimas eleições e que isso deve ser motivo de “refundação”, momento que ele considera não poder participar. O motivo seriam os desafios da gestão na cidade.


“Tenho a consciência tranquila de que o meu ato não é por oportunismo político ou holofote midiático. Saio do PSDB porque acredito que é hora de promovermos profundas mudanças na política ouvindo a voz das ruas e sinto que meu dever neste momento é de total dedicação ao povo de Contagem sem nenhuma vinculação partidária”, afirmou.



Publicidade