Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Secretário da Habitação de Doria pretende reduzir burocracia e ampliar PPPs


postado em 04/12/2018 15:43

O novo secretário da Habitação do governo de João Doria (PSDB), Flávio Amary, afirmou que entre seus principais objetivos no cargo estão a redução da burocracia do processo de licenciamento de projetos imobiliários, e a sequência das parcerias público privadas (PPPs) para ampliar os investimentos no setor.

"Dentro de uma linha com conceito liberal e dentro da desburocratização de processos, vamos buscar meios para que a iniciativa privada possa produzir os empreendimentos imobiliários em um ciclo mais curto, principalmente aqueles que atendem a população de baixa renda", afirmou na tarde desta terça-feira, 4, em entrevista à imprensa.

Amary afirmou que também dará continuidade às PPPs que já estão em andamento e que irá buscar alternativas para incentivar mais investimentos privados no segmento de moradias populares, visando à diminuição do déficit habitacional. Ele acrescentou ainda que a agenda de governo inclui iniciativas de regularização fundiária, programa de aluguel social e redução de favelas, entre outros.

Amary ocupava o cargo de presidente do Sindicato da Habitação (Secovi-SP) desde 2016 e estava em seu segundo mandato à frente da entidade patronal. Com anos de atuação no setor imobiliário, ele também é diretor presidente da incorporadora Renato Amary Empreendimentos, empresa familiar em Sorocaba (SP).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade