Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Comandante Moisés (PSL) diz que foi eleito em SC por indignação com corrupção


postado em 28/10/2018 20:56

Aplaudido por uma multidão de apoiadores e com fogos de artifício foi anunciada a vitória do comandante Moisés (PSL), 51 anos, em Santa Catarina, às 21h10, em frente a sede do TRE, no centro de Florianópolis.

"Depois de 30 anos de serviço público me encorajei a entrar para política porque assim como muitos brasileiros estava indignado com a corrupção, com a velha política. E agora gostaria de falar para os catarinenses que tenho consciência da minha responsabilidade", disse em coletiva à imprensa.

Moisés também comentou que a sua vitória foi uma grande surpresa. "Fizemos uma campanha simples, sem fundo partidário, com sete segundos de TV no primeiro turno, nenhum instituto de pesquisa previu que iríamos para o segundo turno e agora vencemos com expressivo apoio dos catarinenses. Sou o governador mais votado na história de Santa Catarina porque represento a renovação".

Moisés se reuniu com a equipe de campanha no condomínio empresarial Trompowski Corporation, também no centro. Ele votou em Tubarão, sul de Santa Catarina, e viajou para a capital depois do almoço.

O resultado estava resolvido matematicamente às 18h34 com 80,5% dos votos apurados. Naquele momento, Moisés já estava com 71,09% dos votos válidos e o oponente, Gelson Merisio (PSD), com 28,91% dos votos válidos.

Em algumas cidades catarinenses, eleitores comemoram as vitórias de Moisés e Bolsonaro nas ruas.

Em Florianópolis as manifestações são no Trapiche da Beira-Mar Norte, em Itajaí na avenida Beira-Rio, em Blumenau no centro histórico da cidade, em Joinville, na avenida Santos Dumont, em Criciúma, na região central.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade