Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Sob Temer, MDB elege menos governadores


postado em 28/10/2018 19:45

O MDB, partido do presidente da República, Michel Temer, elegeu três governadores neste ano, menos da metade do que conseguiu na eleição passada, quando conquistou sete Estados.

A redução é de 57%, na comparação entre as eleições de 2014 e de 2018. Atualmente, o MDB governava cinco Estados: Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Alagoas e Espírito Santo.

Foram eleitos pelo partido os governadores Renan Filho (Alagoas), Ibaneis Rocha (Distrito Federal) e Helder Barbalho (Pará). Renan reelegeu-se no primeiro turno com o 77% dos votos válidos, melhor desempenho do País. Ele fez campanha desvinculado de Temer.

Ibaneis e Helder, que foi ministro da Integração Nacional, também deixaram o presidente fora da campanha, por causa da baixa popularidade do governo federal. O MDB deixará de governar colégios eleitorais grandes como o Rio de Janeiro e o Rio Grande do Sul. Os dois Estados passam por crise fiscal e escalada de violência nos governos emedebistas de Luiz Fernando Pezão, que pretende deixar a vida pública, e José Ivo Sartori, derrotado por Eduardo Leite (PSDB).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade