Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Acompanhe a apuração no Rio Grande do Norte


postado em 28/10/2018 17:51

A candidata do Partido dos Trabalhadores (PT), senadora Fátima Bezerra, lidera a disputa pelo governo do Rio Grande do Norte (RN). Com 24,4% das urnas apuradas, ela tem 57,4% dos votos. O concorrente no pleito potiguar é Carlos Eduardo, do Partido Democrático Cristão (PDT). O ex-prefeito da capital, Natal, aparece com 42,6% dos votos.

Carlos Eduardo contrariou a posição da executiva do PDT e declarou voto em Jair Bolsonaro, do PSL, na disputa presidencial. Mesmo com o apoio, ele apareceu atrás de Fátima Bezerra na última pesquisa Ibope para o governo do RN, divulgada no dia 26. O levantamento mostrou Fátima Bezerra com 55% dos votos válidos.

Segundo o Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN), até pouco antes do fim da votação, 46 urnas foram substituídas no Estado, onde há 2,4 milhões de eleitores.

Há ainda votação para governador em outros 12 Estados, além do Distrito Federal (DF): Amazonas, Amapá, Roraima, Rondônia, Pará, Sergipe, Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Acompanhe o resultado das eleições ao vivo.

Primeiro turno

No primeiro turno, Fátima Bezerra teve 748 mil votos (46,2% dos votos válidos), ficando definido o segundo turno contra o pedetista, que recebeu 526 mil votos (32,5% dos válidos). No primeiro turno, do total do eleitorado, a abstenção ficou em 17,1%, votos brancos, em 4,4%, e nulos, 13,2%. O capitão Styvenson Valentim (Rede) e a Dra. Zenaide Maia (PHS) foram os eleitos para o Senado Federal.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a população estimada neste ano no Rio Grande do Norte é de 3,5 milhões de pessoas, o 16º Estado mais populoso do País. Em termos de renda domiciliar, está em 20º lugar, com média de R$ 845 por mês, de acordo com dados de 2017 do instituto.

Em 2017, as receitas orçamentárias do RN, recursos financeiros que entraram nos cofres públicos, totalizaram R$ 13,5 bilhões, também segundo o IBGE.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade