Publicidade

Estado de Minas

Idosa é informada que outra pessoa votou no lugar dela em Contagem

A eleitora não poderá votar e terá que justificar ausência


postado em 07/10/2018 12:51 / atualizado em 07/10/2018 13:14

(foto: Google Street View/Reprodução)
(foto: Google Street View/Reprodução)
Uma idosa foi impedida de votar na manhã deste domingo em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Ela foi avisada pelo mesário que, segundo os registros, ela já tinha votado.

De acordo com Polícia Militar, a eleitora Luzia Gomes, de 70 anos, foi à sua zona eleitoral, no Bairro Eldorado, em Contagem, e recebeu a notícia que não poderia votar por já ter confirmação de sua presença anteriormente lá. Sem entender como havia o registro, a idosa foi com sua filha à 26ª Companhia da PM para fazer um boletim de ocorrência.

Segundo informações do TRE, esses casos são comuns quando o mesário se equivoca com a lista de nomes. Por ser em ordem alfabética, o servidor acaba confundindo e registrando o voto de um eleitor no lugar de outro.

Nesses casos, além de fazer o boletim, a idosa não poderá votar e deve justificar a ausência.
 
* Estagiário sob supervisão do editor Benny Cohen

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade