Publicidade

Estado de Minas

Boulos faz acusações a adversário, emissoras de TV e Bolsonaro

O candidato fez declaração em vídeo, após ser questionado por internauta se ele já pensou em arrumar um emprego


postado em 13/09/2018 12:09 / atualizado em 13/09/2018 12:58

(foto: Reprodução/Twitter)
(foto: Reprodução/Twitter)
Entre os assuntos mais comentados no Twitter brasileiro na manhã desta quinta-feira (13) está a hashtag #BoulosResponde, na qual o candidato Guilherme Boulos (PSOL) responde perguntas dos internautas.
 
Em uma das respostas, quando uma pessoa questionou “você já pensou em arrumar um emprego?”, o psolista afirmou que se sustenta trabalhando “ao contrário de vários concorrentes políticos que não trabalham. Um é banqueiro, outro é agiota e por aí vai.” Porém, Boulos não apontou qual candidato. 
 
Outras declarações do presidenciável também foram polêmicas. Em uma delas, quando questionado sobre os boatos de corrupção dentro do MTST, movimento que Boulos coordena, ele acusou Eduardo Bolsonaro (PSL), filho de Jair Bolsonaro (PSL) de propagar fake news a respeito dele e afirmou que está movendo processos contra Eduardo. 
 
Em outro momento, quando perguntado sobre propostas de regulamentação da mídia, Guilherme Boulos acusou as redes de televisão Globo e Band de terem ligações políticas em alguns estados. “(A constituição) diz que político não pode ter propriedade dos meios de comunicação. É o que mais tem. A Globo do Maranhão é do Sarney, a Globo do Alagoas é do Collor, a Band do Pará é do Jader Barbalho”, afirmou. 
 
*Estagiário sob supervisão do editor Benny Cohen 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade