Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Meirelles ataca Alckmin e é alvo de críticas de Boulos


postado em 09/09/2018 19:07

O candidato do MDB à Presidência, Henrique Meirelles, atacou Geraldo Alckmin (PSDB) durante o debate Estadão/TV Gazeta/Jovem Pan/Twitter e afirmou que ele não respeitou o candidato Jair Bolsonaro (PSL) mesmo após o ataque a faca em Juiz de Fora (MG).

Alckmin reagiu e negou que o programa dele tenha feito radicalismo. Guilherme Boulos (PSOL), por sua vez, usou uma pergunta a Meirelles para atacá-lo e a criticar Alckmin.

Meirelles citou, então, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e se comprometeu em criar 10 milhões de empregos em um eventual governo dele. Ele defendeu ainda o trabalho dele em governos do PT e do presidente Michel Temer. "O Brasil não se divide País entre quem gosta ou não de Temer, Lula ou FHC", afirmou.

Na tréplica, Boulos criticou o mercado financeiro e disse que não vai "chamar o Meirelles", em referência à campanha do emedebista. "Vou taxar o Meirelles", disse.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade