Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Em apresentação, candidatos se solidarizam com Bolsonaro


postado em 09/09/2018 18:36

A maioria dos candidatos à Presidência presentes no debate Estadão/TV Gazeta/Jovem Pan/Twitter aproveitou o evento deste domingo, 9, para se solidarizar com Jair Bolsonaro (PSL), que foi alvo de uma facada durante ato de campanha em Juiz de Fora (MG).

Geraldo Alckmin (PSDB) reafirmou solidariedade à família de Bolsonaro e disse desejar o "pronto restabelecimento" dele.

Em dobradinha, Henrique Meirelles (MDB) se colocou contra "qualquer tipo de radicalismo". Alckmin concordou: "é por isso que eu vou trabalhar".

Ciro Gomes (PDT) disse que espera a recuperação de Bolsonaro para que ele participe do debate cordial "por mais que eu não pense em nada igual a ele".

Marina Silva (Rede) se colocou ainda contra qualquer forma de radicalização.

Alvaro Dias (Podemos) e Guilherme Boulos (Psol) não mencionaram Bolsonaro no primeiro bloco do debate. (Mateus Fagundes, Cristian Favaro e Daniel Galvão)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade