Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

PSDB estuda ir ao Conselho do MP contra promotor que acusa Alckmin


postado em 05/09/2018 14:37

O deputado federal Silvio Torres, tesoureiro do PSDB, disse que o partido estuda entrar com uma representação no Conselho Nacional do Ministério Público contra o promotor de Justiça Ricardo Manuel Castro que nesta terça-feira, 4, ajuizou ação contra o ex-governador Geraldo Alckmin, candidato da legenda à Presidência, por suposta improbidade administrativa a partir de repasses de R$ 7,8 milhões da empreiteira Odebrecht para a campanha de 2014.

"Esse comportamento do promotor nos dá motivo para entrar com uma representação no Conselho Nacional do Ministério Público. A denúncia é frágil", disse Torres ao Broadcast/Estadão.

Na ação, Ricardo Castro pede a indisponibilidade de mais de R$ 39 milhões para garantir ressarcimento e multa em eventual condenação. Também requer a perda do cargo que o tucano estiver exercendo após uma eventual sentença condenatória. O promotor aponta nove supostas entregas de dinheiro em hotéis de São Paulo para a campanha do tucano em 2014.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade