Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Arida: aliança com Centrão pode ser boa ou ruim, depende do que aprovar


postado em 03/09/2018 18:04

O economista responsável pelo programa da área na campanha de Geraldo Alckmin (PSDB), Persio Arida, defendeu nesta segunda-feira, 3, a aliança do ex-governador com os partidos do Centrão. Para ele, a coligação terá resultados positivos se o próximo governante tiver capacidade de negociação política. "O que Alckmin tem", disse.

"A aliança com o Centrão pode ser boa ou ruim. O Centrão aprova pauta bomba e também aprova reforma trabalhista, teto de gastos", exemplificou Arida, que participa do Fórum Exame, realizado na capital paulista.

Arida disse ainda que o próximo governo precisará fazer, ao mesmo tempo, o ajuste fiscal e reformas estruturais, como a da Previdência e a do Estado. "A Argentina deu prioridade a reformas estruturais e não fez ajuste fiscal. Teve de recorrer ao Fundo Monetário Internacional", notou.

Ao contrário do que vem declarando o tucano, para quem o teto de gastos não precisaria existir, Arida disse considerar necessário manter a regra. Sem ela, a pressão para elevar os gastos "seria enorme".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade