Publicidade

Estado de Minas POLÍTICA

Ciro volta a criticar negociação entre PT e PSB


postado em 06/08/2018 17:03

O candidato à Presidência da República pelo PDT, Ciro Gomes, criticou conchavos e o que ele chamou de "soluções de gabinetes" nesta corrida eleitoral, durante o anúncio da escolha da senadora Kátia Abreu (GO) como vice em sua chapa. "Parece que as estruturas tradicionais da política brasileira não aprenderam nada", disse Ciro, durante evento na sede do partido em Brasília.

"É impressionante como a gente assiste soluções de gabinetes que acintosamente desrespeitam a mínima regra de palavra dada para ser cumprida, as estruturas estão querendo fazer o jogo dentro de gabinetes e dali jogando cartas, excluindo da opção da população candidaturas como Marilia Arraes (PT) e Márcio Lacerda (PSB)", disse, em referência à agora candidata a deputada federal e ao candidato ao governo mineiro, que decidiu levou seu nome à convenção contra a recomendação da direção partidária.

O PSB mineiro vive um impasse, após a direção nacional do partido ter feito acordo com o PT que implicava na retirada da candidatura do ex-prefeito de Belo Horizonte Marcio Lacerda ao governo de Minas, para apoiar a reeleição de Fernando Pimentel(PT). Em troca, os petistas retiraram a candidatura de Marília Arraes (PT) ao governo de Pernambuco e passaram a apoiar a tentativa de reeleição do governador Paulo Câmara (PSB). No entanto, Lacerda se recusa a abandonar a disputa e levou nome à convenção do partido, no fim de semana.

Ainda no discurso, Ciro criticou também as alianças formadas para as eleições gerais. "É curioso nesse momento que o primeiro candidato elegível nas pesquisas está sozinho, o segundo e o terceiro também", disse. "Você vai encontrar lá no fim as estruturas todas ao redor de uma confrontação que tem feito muito mal ao Brasil que é essa confrontação amesquinhada do PT com o PSDB", disse o candidato.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade