Publicidade

Estado de Minas

Marinho diz que gestão em SP será centrada na juventude, negros e trabalhadores


postado em 28/07/2018 15:36

São Paulo, 28 - Candidato ao governo do Estado de São Paulo pelo PT, Luiz Marinho, destacou em seu primeiro discurso oficial, neste sábado (28), que as ações planejadas para sua gestão terão como foco a educação, a diversidade e as causas trabalhistas. "Ações do nosso governo serão centradas na juventude, negros e trabalhadores", disse, além de citar que mulheres e homossexuais também serão lembrados. Durante convenção partidária realizada neste sábado na capital paulista, ele admitiu, no entanto, que a segurança pública será um de seus maiores desafios. "A mobilidade urbana, um dos grandes gargalos, também terá atenção especial", acrescentou.

Marinho fez referência ao período em que o PSDB liderou o Estado e disse que "há mais de duas décadas, o governo tucano ignora a periferia". Ele adotou a bandeira amplamente citada por petistas de "governar para e com o povo" para reafirmar que derrotará os tucanos e seu principal concorrente, o ex-prefeito de São Paulo João Dória. "Chega de governos que privilegiam os mais ricos", criticou.

"Vamos fazer da educação um exemplo para o mundo e priorizar os professores", prometeu. Para tanto, o candidato petista afirmou que dobrará o piso salarial da categoria. "Quero ser reconhecido como o governador que constrói escolas, não presídios", enfatizou. A educação será uma das frentes do programa de governo, paralelamente a cultura e os esportes, afirmou.

No campo da segurança pública, a ideia é investir em tecnologia e valorizar os profissionais que atuam na área, colocando-os no mesmo rol de prioridades que os professores. Com relação ao mercado de trabalho, ele comentou que "toda a ação do governo estará voltada para a geração de empregos". O candidato lembrou dos trabalhadores sem terra e ressaltou que será parceiro do segmento agropecuário, com foco na agricultura familiar.

Na área da saúde, Marinho comentou que fará melhorias tais como as aplicadas em São Bernardo do Campo (SP) enquanto esteve na Prefeitura. "Vamos implantar mais especialidades médicas", disse.

Após o encerramento do discurso oficial, Marinho frisou a jornalistas que a palavra de ordem de seu governo será a educação.

(Nayara Figueiredo)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade