Publicidade

Estado de Minas

Alckmin diz que Doria é o 'candidato da inovação' em SP


postado em 28/07/2018 15:06

São Paulo, 28 - O pré-candidato do PSDB à Presidência, Geraldo Alckmin, defendeu novamente, neste sábado (28), o conjunto de alianças que construiu para a campanha desse ano. Em seu discurso na convenção estadual do partido, que oficializou o ex-prefeito João Doria como candidato do partido ao Palácio dos Bandeirantes, o tucano procurou se contrapor a declarações de adversários, que tentam colar sua imagem à do governo do presidente Michel Temer (MDB). A base aliada de Temer tem os mesmos partidos que estarão nos palanques com Alckmin.

"Quero dar um recado aqui. Alguns questionam as alianças que fizemos. Respondo que todas as vezes que o Brasil criou grandes alianças, o País avançou. Foi assim na redemocratização, foi assim no Plano Real", disse Alckmin, o último convidado a chegar na convenção do partido, realizada na zona oeste da capital. Na chegada, ele foi saudado com festa e posou para fotos com Doria e os demais integrantes da chapa tucana no Estado.

Alckmin, que chegou a disputar com Doria a preferência do partido para a candidatura presidencial, disse que o ex-prefeito foi "convocado" a liderar o trabalho dos tucanos nos próximos quatro anos. Ele também disse que Doria é o "candidato da inovação". "O Brasil vai bem quando São Paulo vai bem", argumentou.

Em sua fala, o ex-governador lembrou ainda da situação em que o PSDB recebeu o governo estadual em 1995: "havia 500 obras paradas, dez hospitais atrasados", citou, dando outros exemplos. Ele elogiou a sua gestão e de seus antecessores, Mario Covas e Jose Serra. "O que fizemos foram grandes mudanças. Saneamos as contas e voltamos a ter capacidade de investimento sem novos impostos."

(Marcelo Osakabe e Ana Neira)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade