Publicidade

Estado de Minas

Condenado por corrupção, Ronan pede habeas corpus


postado em 17/05/2018 07:48

São Paulo, 17 - O empresário Ronan Maria Pinto pediu um habeas corpus preventivo ao ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF). Ronan vê risco "real, concreto e iminente" de ser preso. A defesa do empresário informou ao ministro que Justiça de São Paulo vai analisar na terça-feira, dia 22, duas manifestações de Ronan em uma ação na qual ele foi condenado. Em setembro, o empresário foi condenado a 10 anos de prisão por corrupção. As informações são do jornal

O Estado de S. Paulo.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade