Publicidade

Estado de Minas

Às 17h31, TRF-4 comunicou a Moro determinação para prisão de Lula


postado em 05/04/2018 19:48 / atualizado em 05/04/2018 19:58

(foto: / AFP / PATRICIA DE MELO MOREIRA )
(foto: / AFP / PATRICIA DE MELO MOREIRA )

Às 17h31 desta quinta-feira, os magistrados Nivaldo Brunoni - substituto do desembargador Gebran Neto na relatoria da Lava-Jato no TRF-4 - e Leandro Paulsen, presidente da 8ª Turma da Corte comunicaram o juiz Sérgio Moro, da Operação Lava-Jato, a determinação para a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

"Desse modo e considerando o exaurimento dessa instância recursal - forte no descabimento de embargos infringentes de acórdão unânime -, deve ser dado cumprimento à determinação de execução da pena", escreveram os magistrados.

Pouco depois de receber o ofício do Tribunal Regional Federal da 4ª Região - Corte de apelação da Lava Jato -, Moro expediu ordem de prisão contra Lula, mas deu ao petista a oportunidade de se entregar 'voluntariamente' à sede da Polícia Federal em Curitiba até às 17h desta sexta-feira.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade