Publicidade

Estado de Minas

Morre, aos 93 anos, professor Aluísio Pimenta

O velório será na terça-feira, dia 10 de maio, a partir das 8h, na Academia Mineira de Letras


[{'foto': None, 'id_autor': 737, 'nome': 'Estado de Minas', 'id_conteudo': 760703, 'email': 'nacional.em@uai.com.br', 'descricao': None}]

postado em 09/05/2016 15:56 / atualizado em 09/05/2016 19:10

(foto: 22/11/2013. Credito: Jair Amaral/EM/D.A Press)
(foto: 22/11/2013. Credito: Jair Amaral/EM/D.A Press)

Faleceu nesta segunda-feira, aos 93 anos, pela manhã o professor Aluísio Pimenta. Ele estava hospitalizado em decorrência de um Acidente Vascular Cerebral (AVC). Mais jovem reitor da Universidade Federal de Minas Gerais, em 1964, e reitor da Universidade Estadual de Minas Gerais (Uemg), em 1991, Aluísio Pimenta foi entusiasta da brasilidade e defensor da cultura brasileira. Farmacêutico, educador e político, modernizou o ensino universitário, deixando enorme legado na luta pela educação no país. Em 1985, foi nomeado Ministro de Estado da Cultura, pelo então presidente da república, José Sarney.

Natural de Peçanha (MG), Aluísio Pimenta foi Doutor honoris causa da UERJ, membro da Academia Mineira de Letras, do Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais, da Real Academia de Farmácia de Madrid (Espanha) e da Ordem Nacional do Mérito da França. Aluísio Pimenta foi, ainda, presidente da Associação Mineira de Farmacêuticos - AMF, fundador e vice-presidente do Conselho Federal de Farmácia (1960), fundador e presidente do Conselho Regional de Farmácia de Minas Gerais (1962).

O velório será na terça-feira, dia 10 de maio, a partir das 8h, na Academia Mineira de Letras (Rua da Bahia, 1.466). O sepultamento ocorrerá no Cemitério Parque da Colina, às 16h.

Em nota, o governador Fernando Pimentel lamentou a morte de Pimenta e ressaltou seu legado. “Minas Gerais perde uma referência acadêmica e uma pessoa sempre sintonizada com as causas sociais e com a defesa da democracia. Aos familiares, manifesto minha solidariedade neste momento”,afirmou.

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade