Publicidade

Estado de Minas

Amarelo e vermelho vão dominar material de campanha a prefeito de BH


postado em 13/07/2012 13:21 / atualizado em 13/07/2012 15:19

Amarelo e vermelho. Essas são as duas cores predominantes que devem invadir as ruas de Belo Horizonte nas eleições deste ano para prefeito da capital. Por enquanto, essa é a única informação concreta do material de campanha dos principais adversários, Marcio Lacerda e Patrus Ananias, na disputa pelo Executivo municipal. Ambos, de acordo com pesquisa de intenção de votos, do Instituto de Pesquisa EMData, publicada na edição dessa quarta-feira passada pelo Jornal Estado de Minas, estão em empate técnico na corrida eleitoral. Na intenção espontânea de voto, em que os eleitores não são estimulados com a apresentação dos nomes em disputa, Lacerda é citado por 13% e Patrus por 12%.

No caso de Lacerda, os marqueteiros tiveram que refazer todos os santinhos e panfletos do candidato, depois do rompimento da aliança com o PT para disputar a eleição. Em vez do vermelho e azul, a cor preponderante da candidatura de Lacerda agora será o amarelo, que é a mesma do PSB, partido no qual o prefeito é filiado. Assessores de Lacerda confirmaram que o lay-out do material de campanha já ficou pronta, na noite dessa quinta-feira, e já seguiu para a gráfica. É provável que, na campanha de rua que estreia neste sábado, a militância e cabos eleitorais que acompanharão o candidato fiquem sem os recorrentes santinhos e panfletos. A previsão é que o material fique pronto na semana que vem.

O primeiro lugar onde Lacerda pedirá voto pode ser o Mercado Central, no Centro da cidade. Na tarde desta sexta-feira, ele se reúne com o staff de campanha para discutir essa questão e, ainda, outros lugares por onde, nos próximos dias, fará o corpo a corpo com o eleitor.

Patrus Ananias, por sua vez, também estreia a campanha de rua neste sábado. Assessores garantem que haverá folhetos para distribuir por onde o candidato passar com a militância e cabos eleitorais. Teriam sido impressos 100 mil panfletos, com o logomarca do PT em vermelho, com um breve currículo do candidato.

De acordo com assessores do candidato, essa quantidade de material deverá ser suficiente até a definição da marca definitiva de todo o material de campanha do candidato petista. O responsável por essa tarefa já foi escolhido. Será o marqueteiro João santana , o mesmo que está cuidando de outras campanhas petistas, entre elas a de São Paulo, onde o ex-ministro Fernando Haddad é o candidato do partido. Uma única coisa já está certa, a cor predominante deve ser mesmo o vermelho, que coincide com as cores não só do PT, mas também do PMDB, partido coligado e que indicou o vice na chapa de Patrus.

Sem casa


Ambas as candidaturas, além do material de campanha ainda precário, também estão sem pouso definitivo no que se refere ao comitê central de campanha. Quase de dez dias depois do registro das candidaturas, no Tribunal Regional Eleitoral (TRE/MG), assessores correm contra o relógio para montar a infraestrutura nas casas já alugadas. Telefones, computadores, móveis e outros itens ainda estão por instalar em três endereços. A candidatura de Lacerda vai contar com dois comitês. O primeiro na Avenida Afonso Pena, próximo à Praça Tiradentes, e o segundo na Avenida Raja Gabaglia, perto da Avenida do Contorno. Em contrapartida, a candidatura de Patrus contará com um comitê central na Avenida Olegário Maciel, próximo à Praça Raul Soares, na Região Centro-Sul.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade