Publicidade

Estado de Minas

Governo do Amapá vai apurar vazamento de fotos de presos na Operação Voucher

Seis dos presos pela Polícia Federal tiveram suas fotos, tiradas pela polícia, publicadas em jornal do Amapá


postado em 13/08/2011 15:19

Por meio de nota divulgada neste sábado, o governador do Amapá, Camilo Capiberibe (PSB), repudiou o vazamento das fotos de seis presos pela Polícia Federal durante a Operação Voucher, desencadeada contra as fraudes no Ministério do Turismo. O comunicado informava que o Instituto de Administração Penitenciária (Iapen), em Macapá, abriu sindicância para apurar o caso.

“A respeito do vazamento de fotos dos detidos na Operação Voucher da Polícia Federal, supostamente feitas nas dependências do Instituto de Administração Penitenciária, em Macapá, o governo do estado esclarece que é política [do governo] assegurar a dignidade do preso em todas as unidades distribuídas pelo estado”, afirmou o governador.

As fotos dos seis presos foram publicadas nessa sexta-feira pelo jornal "A Gazeta", de Macapá. Nelas os suspeitos de corrupção aparecem sem camisa e segurando um papel com a própria identificação. O caso provocou reações no Palácio do Planalto e no Ministério da Justiça. A própria presidente Dilma Rousseff se manifestou, considerando o vazamento como “inaceitável”.

A nota acrescenta que "o governo do Amapá irá apurar a verdade; o Iapen já instaurou sindicância para estabelecer as responsabilidades e, caso comprovadas as acusações, punir os culpados”.


Com informações da Agência Brasil


Publicidade