Publicidade

Estado de Minas

Lançamentos


postado em 02/08/2019 04:09

LARANJA MECÂNICA    
De Anthony Burgess    
Editora Aleph   
292 páginas    
R$ 42,90   

Clássico da ficção científica do escritor britânico Anthony Burgess, de 1962, Laranja mecânica (A clockwork orange) é relançado pela editora Aleph. É um verdadeiro marco na história da cultura pop e da literatura distópica, ao lado de Admirável mundo novo (Aldous Huxley),1984 (George Orwell) e Fahrenheit 451 (Ray Bradbury). Nas ruas de uma metrópole futurista e decadente, o adolescente Alex é líder de gangue que se diverte cometendo violência sádica. Ele é preso pelo governo autoritário e submetido a tratamento experimental de recondicionamento de mentes criminosas. O livro ganhou fama mundial quando foi adaptado para o cinema por Stanley Kubrick, em 1971, e venceu os Oscars de melhor filme e diretor. Chegou a ser proibido em vários países, inclusive no Brasil, por causa das cenas de violência e nudez.

HISTÓRIA DA  AMAZÔNIA   
De Márcio Souza   
Record  
392 páginas    
R$ 54,90   

Autor de Galvez, imperador do Acre e Mad Maria, o escritor e sociólogo Márcio Souza, manauense, conta a história da Amazônia desde o período pré-colombiano até hoje, abordando os aspectos geográfico e antropológico da região, passando pela pluralidade étnica. Trata-se de uma síntese da complexidade do processo histórico da região, inclusive denunciando o imaginário colonialista subjacente à lógica da expansão territorial civilizadora, responsável pelo massacre de vários povos indígenas. “Tudo o que se escreve sobre a Amazônia tem certo sabor de relativismo. “A delimitação de suas fronteiras, a formação do seu espaço goegráfico e a emergência das sociedades humanas são conceitos tão carregados de significados distintos que cada hipótese vem embebida de relativismo”, diz o autor na introdução do livro.

NIGHTFLYERS   
De George R. R. Martin  
Editora Suma   
161 páginas   
R$ 35,90 (capa dura)    
R$ 25,13 (e-book)   

Autor da saga A guerra dos tronos (Games of thrones), George R. R. Martin apresenta Nightflyers, mistura de ficção científica e terror. Nas fronteiras do universo, uma expedição científica composta de nove acadêmicos dá início à missão de estudar os volcryn, uma misteriosa raça alienígena. Existem, no entanto, mistérios mais perigosos a bordo da própria nave. A Nightflyer, única embarcação que se dispôs à missão, é uma maravilha tecnológica: completamente automatizada e pilotada por uma única pessoa. O capitão Royd Eris, porém, não se mistura com a tripulação – conversando apenas através de comunicadores e se apresentando somente por holograma, ele mais parece um fantasma do que um líder. Quando Thale Lassamer, o telepata do grupo, começa a detectar uma presença desconhecida e ameaçadora por perto, a tripulação se agita e as desconfianças aumentam.

MEDICINA DOS HORRORES    
De Lindsey Fitzharris  
Intrínseca   
320 páginas   
R$ 59,90   
R$ 39,90 (e-book)   

A assepsia é uma prática tão comum nos dias de hoje que fica muito difícil de acreditar que ela simplesmente não existia nos hospitais há algumas gerações. Em Medicina dos horrores, a historiadora Lindsey Fitzharris revela o chocante mundo da cirurgia no século 19 ao evocar os primeiros anfiteatros de operações — lugares abafados, onde os procedimentos eram feitos diante de plateias lotadas — e os cirurgiões pioneiros, cujo ofício era saudado não pela precisão, mas pela velocidade e pela força, uma vez que não havia anestesia. Não à toa, os mais célebres cirurgiões da época eram capazes de amputar uma perna em menos de 30 segundos. É nesse cenário, em que se considerava mais provável um homem sobreviver à guerra do que ao hospital, que emerge a figura de Joseph Lister, um jovem médico que desvendaria esse enigma mortal e mudaria o curso da história.

MASSA E PODER   
De Elias Canetti   
Companhia das Letras 
488 páginas   
R$ 59,90   

Assustado e pesaroso diante do espetáculo de adesão crescente das massas populares às organizações nazistas, na Alemanha e na Áustria dos anos 1930, o então jovem escritor Elias Canetti passou as três décadas seguintes tentando decifrar os segredos profundos da humanidade em suas manifestações mais corriqueiras e terríveis: mandar e obedecer; matar e sobreviver; medo e voracidade; paranoia e poder. Não é possível classificar este livro num campo de conhecimento delimitado ou exclusivo. Herdeiro da melhor tradição iluminista e escrito numa prosa em que razão e paixão se traduzem na mais bela literatura, ler estas páginas é refazer um pouco os caminhos de uma grande inteligência lutando, brava e solitariamente, contra a propagação contemporânea do mal.

O FILHO  DO HOMEM    
De François Mauriac    
Nova Fronteira    
120 páginas    
R$ 49,90   

Em 1952, o prêmio Nobel de literatura foi concedido a François Mauriac pela “intensidade artística com que, em seus romances, ele penetrou o drama da vida humana”. A leitura de O filho do homem torna evidente por que Mauriac conquisotu não somente o Nobel, mas também um lugar certo no rol dos maiores escritores do século 20. Tanto seu discernimento espiritual quanto a intensidade de sua escrita resultam, não há dúvidas, do princípio contemplativo com que se relacionava com a figura de Jesus Cristo. Conduzidos pelas palavras de Mauriac, observamos a vida de Cristo como se a testemunhássemos, o que inviabiliza uma postura indiferente diante do convite de identificar, com a d’Ele, a nossa própria vida.


Publicidade