Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas CRUZEIRO

A ingratidão com o maior ídolo celeste


10/01/2022 04:00

Wandir Pinto Bandeira
Belo Horizonte

“Continua repercutindo negativamente nos meios esportivos e sociais a intransigente atitude adotada pelos dirigentes da nova SAF-Cruzeiro E.C. em relação à renovação do contrato do maior ídolo celeste de todos os tempos, o goleiro Fábio, embora já houvesse acerto quanto às bases para sua renovação. Sendo interessado por futebol há mais de 70 anos, tenho registrado na memória uma infinidade de acontecimentos envolvendo dirigentes, atletas, autoridades, árbitros, torcedores e outros, contudo, nenhum se compara à frieza da intransigência e de ingratidão adotada pelos novos dirigentes celestes com relação ao jogador Fábio. Com 41 anos, dos quais 17 anos de dedicação ao clube, 976 partidas disputadas, 13 títulos nacionais e internacionais, além de inúmeras medalhas e troféus, são invejáveis conquistas dificilmente alcançadas por algum outro atleta brasileiro ou estrangeiro. Nem mesmo essa bagagem foi possível quebrar o gelo dos insensíveis dirigentes celestes, frustrando ao goleiro Fábio a chance de alcançar a inigualável marca de 1 mil jogos com a camisa celeste. Creio ser esse o sentimento de inconformismo dos torcedores cruzeirenses e também dos que vêm em Fábio um atleta profissional, responsável, dedicado, líder e excelente goleiro.”

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade