Publicidade

Estado de Minas Reflexão

O peso dos janeiros


27/11/2021 04:00




Jeovah Ferreira
Taquari – DF

“Não adianta fingir que os janeiros não trazem mudanças em nossas vidas. Às vezes mudamos a voz, temos dificuldade de enxergar, escutamos menos, falamos coisas desconexas, arrastamos os pés e por aí vai. Os janeiros podem perfeitamente fazer a gente comparar o tempo de governo de Daniel Ortega, Nicarágua, com o tempo de governo de Ângela Merkel, Alemanha. É tudo muito normal. Os janeiros podem nos levar a acreditar que os cubanos são felizes com o regime ditatorial implantado por Fidel Castro. Ah! como os janeiros podem causar estragos em certas pessoas.”  

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade