Publicidade

Estado de Minas Elites

CPI e a história do Brasil


12/10/2021 04:00




Antonio Negrão de Sá
Rio de Janeiro

“A CPI registra um período, um ciclo de horror que vive o povo brasileiro, principalmente os mais vulneráveis. Sua origem está na escravidão. Um país onde suas elites cultuam a desigualdade, o desprezo com o negro e o pobre. Bolsonaro simboliza o extremo da demência dessa elite vira-lata, oportunista, submissa a grupos econômicos estrangeiros (EUA). Parte da tragédia comprovada pela CPI aponta as consequências dos crimes dessa elite (neofascista e neoliberal): 600 mil mortes, milhões de desempregados, desmonte do Estado Social, destruição do meio ambiente, da economia, saque ao petróleo, demais riquezas naturais e minerais. A CPI aponta crimes pontuais graves. Os estruturais cabem a uma CPI do povo. Agora, é fora Bolsonaro.”

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade