Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas POSTURA

Kalil e a segunda onda do coronavírus


02/12/2020 04:00

Eduardo Martins
Belo Horizonte 

"Em entrevista, o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, disse que se houver necessidade mandará fechar o comércio novamente, como foi feito no meio do ano, pelo fato de que os números do coronavírus vêm aumentando e indicando uma segunda onda. A postura de Kalil foi criticada por muitas pessoas, inclusive por Eduardo Bolsonaro, que acusou o prefeito de ser ditador. Irônico é pensar que o pai de Eduardo Bolsonaro, atual presidente do Brasil, já fez apologia à ditadura diversas vezes, se colocando a favor, elogiando torturadores e inclusive ameaçando fechar o STF, e nem por isso o filho o acusou dessa forma, mas chama de ditador um prefeito que toma as melhores decisões para a cidade frente a uma pandemia, diferentemente do que a família Bolsonaro e o presidente têm feito"

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade