Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas DISCRIMINAÇÃO

Desigualdade na Justiça


04/11/2020 04:00

Eduardo Martins
Belo Horizonte 

"André Aranha foi acusado de estupro com provas concretas e foi absolvido, tendo o juiz ainda inventado a condenação por ‘estupro culposo’, crime que não existe e, logo, não pode ser punido. Ao observar o absurdo desse caso, é possível refletir sobre como a Justiça brasileira defende homens brancos e ricos acima de tudo, enquanto, por outro lado, Rafael Braga foi condenado a 11 anos de prisão por andar com uma garrafa de Pinho Sol, nada que provasse que ele era traficante. A diferença na forma da condenação está no fato de que Rafael Braga é um homem negro e pobre, que a Justiça persegue e condena cegamente. Essa é a triste realidade do Brasil, mas é preciso que as pessoas acordem, se revoltem e não permitam que injustiças como essa e inúmeras outras continuem acontecendo."

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade