Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas BRASIL

Assinante defende os grupos minoritários


09/10/2020 04:00

Eduardo Martins
Belo Horizonte 

"O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) apontou que, em 2020, houve  recorde de candidatos negros e mulheres concorrendo a cargos na política, sendo esse o primeiro ano na história em que o número de candidatos negros superou o de candidatos brancos. Muito se debateu, nos últimos anos, sobre a falta de representatividade na política, sendo grande parte dos cargos, até então, ocupados por homens brancos, o que, logicamente, não representa a maior parte da população. A mudança ocorrida se deu, principalmente, pelas políticas de cotas de gênero e distribuição de verba de campanha eleitoral feitas pelo TSE, visando a esse tipo de transformação, que já deveria ter ocorrido, o que demonstra que é preciso, cada vez mais, que o governo pense em políticas desse tipo, uma vez que essa falta de diversidade não acontece apenas na política, mas em diversos setores da sociedade."

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade