Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas MÚSICA

Caso na Inglaterra expõe a xenofobia


31/07/2020 04:00

Eduardo Martins
Belo Horizonte  

"Rina Sawayama, cantora japonesa que vive em Londres, manifestou-se nas suas redes sociais após ser impedida de concorrer nas maiores premiações musicais do Reino Unido com o argumento de ‘não ser britânica o suficiente’. A cantora ressaltou que viveu a maior parte de sua vida, 25 anos, no Reino Unido, e mesmo assim não pôde ficar elegível para concorrer às premiações, ainda que seu álbum Sawayama, lançado este ano, tenha sido extremamente elogiado pela crítica especializada e por grandes nomes da música, como Elton John. A maneira como Rina Sawayama foi impedida de participar das premiações reflete um problema muito maior e que não tem recebido a atenção necessária: a xenofobia. Mesmo sendo famosa e tendo voz nas redes sociais e em outros meios midiáticos, Rina não ficou imune de sofrer preconceito por sua nacionalidade, e, a partir disso, é possível pensar o que acontece com pessoas na mesma situação que ela mas que não têm o mesmo alcance. Os tweets feitos pela cantora geraram bastante engajamento e uma hashtag defendendo a participação dela nas premiações tornou-se um dos assuntos mais comentados do Twitter, levantando uma importante reflexão sobre como a xenofobia está intrínseca em muitas sociedades e culturas e precisa ser, cada vez mais, veementemente combatida, uma vez que vivemos no século 21. Num processo cada vez mais intenso de globalização, atitudes como essa são inaceitáveis."

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade