Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas ENTREGADORES

Assinante questiona condições de trabalho


30/07/2020 04:00

Eduardo Martin
Belo Horizonte 

"Os motoristas de aplicativos de delivery têm feito greve e pedido ajuda das pessoas para que não façam pedidos nesses dias que estão parados como forma de lutar por salários mais justos e garantias no trabalho, uma vez que essa categoria é uma das mais desvalorizadas atualmente, inserida em um trabalho que, por vezes, chega a ser análogo à escravidão. Com salários extremamente baixos, trabalhando por muitas horas e com quase nenhum direito garantido, os entregadores de aplicativo vivem uma realidade muito difícil, exercendo uma função que, na sociedade atual, cada vez mais tecnológica, tornou-se quase que essencial para a maioria das pessoas, ainda mais em tempos de quarentena, onde ir até os restaurantes não é mais uma opção. Com o avanço da tecnologia, novas formas de trabalho têm surgido, contudo, é necessário que estejamos atentos à maneira como as dinâmicas desses empregos se darão; se as leis trabalhistas previstas na Constituição têm sido aplicadas devidamente e como a relação empregado e empregador acontece nessa nova realidade. A exploração do trabalhador é uma realidade do sistema capitalista e, nesse contexto, a luta da classe dos entregadores, que tem sido uma das mais exploradas, faz-se justa e necessária."

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade