Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas CONSUMO

Nova era comercial depois da pandemia


postado em 20/05/2020 04:00

Aparecido Borghi
São Paulo  

“Desde o início do isolamento social em vários países, a relação comercial mudou drasticamente. Até há pouco tempo, víamos lojas cheias e consumidores passeando com sacolas pelas principais ruas de comércio das grandes cidades. Agora, todo esse movimento migrou para o e-commerce, que cresceu de forma exponencial. Até o momento, desde o anúncio da pandemia, as vendas nesse canal superaram datas importantes, como Natal e Black Friday. A necessidade de adaptação ensinou grandes corporações a trabalharem como startups na condução de seus projetos de construção de um canal digital. Há relatos em que empresas de cosméticos, por exemplo, treinaram sua equipe de demonstração de ponto de vendas em consultores digitais e aptos a responderem às perguntas dos clientes em chat e outros meios de comunicação. Uma grande empresa de varejo de brinquedos conseguiu, em tempo recorde, montar uma plataforma digital interativa para fornecer conteúdo aos pais para entreter crianças em casa. Creio que o comércio eletrônico ainda manterá índices elevados e as empresas focarão investimentos nesse canal. Do ponto de vista econômico, espera-se uma retomada lenta, um consumidor mais endividado e com baixo índice de confiança. Ou seja, acredito que a população terá gastos mais cautelosos e mais conscientes, gerando oportunidades de crescimento para os atacarejos e para as marcas próprias bem posicionadas.”

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade