Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas PESQUISA

Onde vive a felicidade?


postado em 23/03/2020 04:00

Uranio Bonoldi 
Belo Horizonte

"Essa é uma questão filosófica que o ser humano carrega desde tempos remotos: afinal, somos ou não somos felizes? Desde 2013, em 20 de março é comemorado o Dia Internacional da Felicidade, data fundada por Jayme Illien para promover os objetivos globais da Organização das Nações Unidas (ONU): felicidade, bem-estar e liberdade de toda a vida na terra. Com a data, a ONU passou a divulgar o ranking anual de países mais felizes do mundo. Em 2019, o país eleito em primeiro lugar como o mais feliz foi a Finlândia, pelo segundo ano consecutivo. A pesquisa leva em conta Produto Interno Bruto, assistência social, expectativa de vida e liberdade.

A Finlândia é um país com uma excelente qualificação em todos os quesitos apontados como educação, sistema de saúde e expectativa de vida, além de ser um dos países com a menor diferença salarial entre homens e mulheres, de acordo com o último relatório do Fórum Econômico Mundial. Agora, como podemos comparar com o Brasil, que ocupa a 32° posição do ranking, com um PIB que cresceu apenas 1,1% no último ano?

Nosso PIB mostra que a realidade brasileira é outra: desigualdade social, educação desvalorizada e o real em baixa, o que desfavorece um país emergente, que tem potencial para o crescimento, mas que passa por problemas de cunho social, político e econômico. Tudo isso colabora para que a felicidade de seus habitantes não se multiplique... Mas a nossa sorte é que a felicidade não se traduz somente em dados e números socioeconômicos. Mesmo não tendo o melhor índice de desempenho nos quesitos relacionados pela ONU, o brasileiro segue na luta.Claro que estabilidade, um bom emprego e uma boa qualidade de vida favorecem nosso estado de humor. Mas a felicidade pode ser vista como uma construção diária: envolta nos grupos de apoio que envolvam confiança e colaboração com o próximo, e não somente status ou bens materiais. Diante de tantas incertezas, é importante se manter otimista para conseguir traçar metas e objetivos reais em busca daquilo que nos faz sentido e que nos pode fazer felizes. Viver um dia de cada vez e aproveitar todos os pequenos prazeres que a vida proporciona, já é um começo."


Publicidade