Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Publicidade

Estado de Minas REVOLTA

Críticas à atuação do Legislativo


postado em 14/11/2019 04:00

Múcio Batista de Souza
Belo Horizonte

"A Assembleia Legislativa de Minas Gerais, como de resto todas dos demais estados da Federação, pode-se afirmar é composta por maioria significativa de políticos despreparados, venais e que, em verdade, não se interessam pelos seus respectivos eleitores e, muito menos, pelos demais cidadãos. Notícias que as mídias, mas em especial a escrita, vêm alardeando são o 'grande' interesse dos deputados mineiros em ajudar o Poder Executivo a obter recursos para o pagamento do 'décimo terceiro do funcionalismo'. Os membros dos poderes Legislativo e Judiciário recebem seus vencimentos mensais e décimos terceiros religiosamente 'em dia', e nem sequer sabem o que é parcelamento. O que os servidores públicos do Poder Executivo, incluindo aposentados, pensionistas e milhares de dependentes, sabem é que deputados estão envergonhados, aliás, fato raríssimo entre essa classe. Envergonhados porque eles, privilegiados, receberão em dia e integralmente vencimentos e o décimo terceiro. É hilário assistir, na mídia televisiva, aos deputados da base do governo e da oposição tentando ser sérios, engrossar a voz e dizer:  'A Casa trabalha para ajudar o governo a obter recursos para o pagamento dos servidores públicos'. Nunca tiveram essa preocupação. Sempre, somente olharam para seus próprios umbigos. Agora, a Assembleia Legislativa está promovendo campanha publicitária, na mídia escrita e televisiva, para divulgar a mensagem de que 'onde tem ação dos deputados tem gente vivendo melhor'. Mostra, tanto nos jornais como na TV, foto de um asilo cujo telhado foi 'consertado', já que havia goteiras e algumas telhas teriam de ser trocadas. Essa campanha é, no mínimo, uma afronta a todos os mineiros. Os senhores deputados esqueceram que o mineiro tem cara de bobo, mas não é bobo, não. Que vergonha!"


Publicidade