Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas FUZIS

Assinante sugere penalizar portadores


postado em 01/10/2019 04:00 / atualizado em 30/09/2019 20:54


Luiz Felipe Schittini
Rio de Janeiro
 
"O governador do Rio de Janeiro afirma que solicitará medidas junto ao Conselho de Segurança das Nações Unidas no intuito de que se adotem procedimentos para impedir a venda de armas para o Paraguai, Bolívia e Colômbia. Ele alega que esses países são os responsáveis pela entrada de armas no Brasil, provocando um genocídio no seu estado. Vejo que se trata de uma medida inócua por duas razões: eles têm dificuldades em evitar as ações criminosas de seus narcotraficantes, e o Brasil tem uma imensa fronteira. Observo uma solução a médio prazo, que é de que o criminoso portando fuzil, que se trata de uma arma de guerra de grande letalidade e alcance, seja submetido a uma pena de prisão de 30 anos ininterruptos, sem direito a qualquer regime de progressão de pena."

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade