UAI

Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas

O líder no processo de crescimento dos resultados

Saiba tomar decisões, principalmente as difíceis, com a sua principal arma de engajamento: a comunicação


03/01/2022 04:00


Cláudia Araújo
Consultora de Equipes da RH Station e diretora de Relacionamentos do Conselho de Jovens da Associação Comercial e Empresarial de Minas

Talvez você já tenha escutado a frase “Siga o líder!” e isso o motivou, pois existe um exemplo em quem se espelhar e seguir no seu time. Mas, se você for o líder isso pode lhe causar certo desconforto, insegurança e receios. Afinal, dar a direção é a primeira função do líder. Isso significa exercer sua posição de autoridade para influenciar pessoas ao seu redor a fim de alcançarem objetivos, não por imposição, mas por inspiração, ou seja, o seu principal desafio é gerir pessoas para o alcance dos resultados propostos.

Nas avaliações de pesquisas de insatisfação dos colaboradores nota-se claramente como a qualidade da relação “líder x liderado” é um pilar importante para o aumento da produtividade, satisfação e motivação dos colaboradores de um time. Segundo pesquisas da Great Place To Work, “metade dos colaboradores afirmaram que pediram demissão por causa do gestor ou chefe e 75% consideraram seus superiores hierárquicos a maior razão de estresse no trabalho” (Travis Bradberry). E ainda o mais alarmante foi, segundo a mesma pesquisa, “a falta de orientação, feedback e confiança no gestor foram os principais motivos para demissão” (Keeping the People).

Ao avaliar esses resultados é importante destacar a figura do líder que tem como missão influenciar pessoas a alcançarem resultados. Por isso, se você hoje assume essa posição invista primeiramente no seu desenvolvimento pessoal e profissional, pois o seu primeiro desafio é conseguir lidar com as próprias emoções para, então, relacionar-se bem com todos os perfis de colaboradores. A humildade na jornada da liderança precisa ser sua companheira. Afinal, além de ensinar, o líder também é um aprendiz que muitas vezes não terá todas as respostas e necessita reconhecer os méritos de toda a equipe.

Como o líder tem uma missão importante de fazer boas escolhas – e assumir responsabilidades oriundas delas –, é muito importante que ele conheça o perfil da sua equipe para poder conduzi-la aos seus objetivos, sobretudo em situações de incertezas.

Então, uma sugestão para que sua equipe se sinta motivada e engajada com os objetivos propostos é que se tenham metas alcançáveis por níveis de prioridades. Muitos líderes se perdem em vários projetos por não terem um cronograma e um plano de ação bem definidos. E o resultado pode ser uma equipe confusa, perdida, ansiosa e com pouca produtividade.

Outro ponto importante é trazer significado para a meta e comemorar em equipe todo o avanço dentro do seu plano de ação. Isso fará com que o seu time entenda que você reconhece os esforços e que os estimula a seguir em frente, mesmo diante dos obstáculos do caminho.

Lembre-se que todos têm algo em comum: querem ser reconhecidos. Por isso, líder, atinja o coração do seu liderado, seja empático, inspire confiança, saiba tomar decisões, principalmente as difíceis, com a sua principal arma de engajamento: a comunicação.

O seu sono será mais tranquilo quando você tiver pessoas com quem contar e contar com as pessoas certas nas posições adequadas do seu time. Invista em sua equipe.
 
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade