Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas

Semana Mundial do Aleitamento Materno

O leite materno é o alimento perfeito para a saúde e para o processo de desenvolvimento da criança


07/08/2020 04:00

Cleonice Liboreiro Motta Ferrari
Enfermeira obstetra, presidente da Sociedade Mineira de Aleitamento Materno, educadora e coordenadora do Centro de Incentivo ao Aleitamento Materno do Hospital Vila da Serra

Após décadas, a pandemia de COVID-19 levou as mulheres de volta para casa. Grávidas que trabalhavam até o último dia e profissionais ansiosas pelo retorno rápido às atividades diárias têm experimentado uma rotina diferente, em que questões básicas da maternidade voltaram a ganhar espaço, como é o caso da amamentação, uma prática que, embora tenha eficácia garantida, ainda é motivo de insegurança e desconforto para muitas mulheres.

Neste ano de pandemia, as comemorações do Agosto Dourado e da Semana Mundial do Aleitamento Materno serão diferentes. Os eventos públicos, com aglomeração e plantio de ipês-amarelos, que marcam a programação da Sociedade Mineira do Aleitamento Materno, serão substituídos por lives e reuniões virtuais que abordarão a importância da amamentação do bebê pela mãe, inclusive no momento atual.

É bom lembrarmos que tudo é novo quando se fala em COVID-19. Então, até o momento, são muito raros os casos em bebês, a não ser quando há comorbidades anteriores. Inclusive, devemos destacar que os bebês que mamam no peito têm se mostrado mais resistentes e o aleitamento é indicado até mesmo para mães COVID-positivas, desde que sejam tomados todos os cuidados de higiene e o uso da máscara. A regra vale, também, para as mulheres assintomáticas.

No caso dos bebês que estão na UTI, a mãe Covid-positiva deve coletar o leite, respeitando os 14 dias de isolamento. As pesquisas divulgadas até o momento não apontam para a transmissão do vírus pelo leite materno.

Sobre esse ponto, ressaltamos que o aleitamento materno é matéria, inclusive, de notas técnicas do Ministério da Saúde editadas neste ano. O documento 9/2020 recomenda a manutenção dessa prática, e o 10/2020 reforça a necessidade do contato pele a pele entre a mãe e o bebê.  Esse posicionamento reforça a ideia de que a amamentação é uma prática sustentável para a relação entre mãe e filho, para a preservação da espécie humana e do planeta em si.

As comemorações do Agosto Dourado reforçam esse movimento, visando mudar a mentalidade da mulher sobre o aleitamento materno. Apesar de todos os estudos sobre o tema, muitas mulheres ainda têm grande insegurança sobre a qualidade do leite que produzem, mas esse receio é injustificado porque o leite materno é o alimento perfeito para a saúde e para o processo de desenvolvimento da criança, que acontece, rapidamente, nos primeiros seis meses de vida. Se a criança é amamentada, está protegida e adoece menos.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade