Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas

Amamentação em tempos de pandemia


postado em 22/05/2020 04:00

 Natália Sadi Motta
 Mastologista e membro da Sociedade Brasileira de Mastologia – Regional Minas Gerais

A amamentação é fundamental para a saúde da mãe e do bebê, principalmente nos primeiros seis meses de vida, uma vez que a recomendação é a alimentação exclusiva com leite materno. O aleitamento diminui o risco de desenvolvimento do câncer de mama, com uma estimativa de redução de cerca de 4,3% no risco de câncer para cada 12 meses de amamentação. Amamentar proporciona uma interrupção nos ciclos ovulatórios, restringindo a exposição do tecido mamário ao estrogênio, hormônio que interfere no surgimento de algumas alterações que predispõem à doença.

Quanto maior o período de tempo sem ovular, menores serão os efeitos dos hormônios ovarianos sobre o tecido mamário, diminuindo o risco de tumor. Alguns estudos apontam que, quanto mais gestações e mais cedo ocorre a gravidez, maiores são os benefícios contra o câncer. 

Apesar de o número de gestações ser um fator considerado protetor contra o câncer de mama, gestantes também podem desenvolver a doença. É importante lembrar que os fatores protetores não impedem  o surgimento do câncer.

A amamentação é benéfica como prevenção contra o câncer de mama e também estreita vínculo entre mãe e filho, desde as primeiras horas após o nascimento. Quem amamenta se recupera mais facilmente do parto, controla melhor o peso e proporciona um alimento completo. O leite materno contém lactose, oligossacarídeos, gordura, hormônios esteroides, proteínas, anticorpos e minerais com função bacteriostática, imunológica, anti-inflamatória, digestiva e ainda auxilia no desenvolvimento neurológico. O leite é suficiente para suprir todas as necessidades nutricionais com importantes benefícios psicológicos.

Sabemos que o coronavírus é transmitido por via aérea e através de mucosas, porém, ainda não há evidências que comprovem que o leite materno possa transmitir o vírus da mãe para o bebê. No caso das lactantes, os cuidados são os mesmos: uso de máscara cirúrgica durante o cuidado com o recém-nascido e amamentação. Higienização adequada, restrição de visitas e cuidados com a infecção por outros vírus, como o influenza, circulantes também são importantes. O uso de medica- ções por parte da gestante e lactante deve ser sempre orientado pelo profissional de saúde e as gestantes devem sempre ser vacinadas contra influenza durante a campanha de vacinação.

Após o período de amamentação exclusiva, ocorre a apresentação do bebê a uma alimentação variada, incluindo o leite materno até idades mais tardias, dependendo de cada caso. As fórmulas alimentares infantis são importantes e úteis em situações em que não é possível amamentar por questões maternas ou do próprio recém-nascido. Vale ressaltar que grande parte dessas fórmulas    apresenta custo elevado e é inacessível para a maioria das brasileiras. Sempre que possível e não contraindicado, o leite materno deve ser a primeira opção na alimentação até os seis meses de idade.

A falta de informações durante o pré-natal torna o ato de amamentar doloroso e ineficiente, provocando traumas mamilares conhecidos como fissuras, muitas vezes causados pela sucção incorreta. Em caso de dificuldade, a mãe deve procurar orientação de uma equipe multiprofissional. O posicionamento adequado da mãe e do bebê, o número e duração das mamadas, a pega correta e os cuidados com os mamilos são medidas que devem ser ensinadas e estimuladas sempre.

As dúvidas ou dificuldades sobre o processo de amamentação podem ser esclarecidas com orientação e apoio adequado, para o processo de aleitamento ser o mais natural e benéfico possível para o binômio mãe-bebê.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade