Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. Experimente 15 dias grátis >>

Publicidade

Estado de Minas

Espaço do leitor


postado em 16/10/2019 04:00

PUNIÇÃO
Leitor pede pacote
anticrime rigoroso

Humberto Schuwartz Soares
Vila Velha – ES

“É difícil combater o crime no Brasil. Alguns dos que fazem as leis estão 
envolvidos em malfeitos, daí prevalecer a benevolência. O pacote anticrime do ministro Sérgio Moro, no Congresso, ficará desfigurado devido à ‘defensiva’, em causa própria, de alguns legisladores. Na área econômica, o próximo leilão das áreas de petróleo beneficiará, via fundo de participação, estados, capitais e municípios. Recursos há em profusão, mas são mal administrados. Tanto a Lei de Responsabilidade Fiscal quanto o pacote anticrime deveriam ser rigorosos, com o confisco de bens, banimento da vida pública, política e funcionalmente falando, sem salário, sem aposentadoria e, quem sabe, prisão em regime fechado e tempo integral da condenação. Crime de político, servidor da Justiça e funcionário público carece de punição exemplar. Enquanto não houver rigor contra a corrupção e o desrespeito às leis continuarão crescendo o número de transgressões.”

 
BRASIL
Investimentos nas
Forças Armadas 

Ivan Silva
Itabira – MG

“O governo brasileiro precisa investir nas Forças Armadas, inclusive para fabricar armas químicas. Temos tecnologia e matéria-prima, como 
urânio. Precisa, também, proibir que países como a França participem com o Exército brasileiro de treinamentos na selva. Temos de proteger nossas riquezas minerais dos olhos 
grandes. Riquezas que estão ficando 
escassas no planeta Terra e nós as temos em abundância. Com isso, também iremos gerar milhares de empregos para o povo brasileiro.”


PETRÓLEO 
Cidadão questiona papa 
e ambientalistas

Antonio Jose Gomes Marques
Rio de Janeiro

“Não sou político, nem tenho político de preferência, mas como brasileiro 
adoraria ver  Macron, o papa , a ONG Greenpeace e o não menos ilustre Raoni falarem algo em relação ao vazamento criminoso de óleo na costa do Brasil. Gostaria de saber, também, o que estão oferecendo ao nosso país como ajuda. Acho que o comportamento de todos eles mostra o quanto não se preocupam com nada neste país. Apenas tentam prejudicar o governo atual. Lamentável.”
 
TRUMP
Um presidente, 
duas facadas

José Pedro Naisser
Curitiba

 “Triste Brasil. Recentemente, ao sabermos que o presidente Bolsonaro foi apunhalado mais uma vez, não pelo Adélio, mas sim pelas costas por Donald Trump, logo ele que o usou para atacar a China, com seu ministro das Relações Exteriores dizendo que os chineses são os inventores do aquecimento global. Presidente Bolsonaro, eu o avisei no início do seu governo: abra o olho, este Trump não é confiável e o senhor acreditou nele, foi até oferecer-lhe a camisa 10 da Seleção na Casa Branca. Agora, ficamos fora da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE), perdendo espaço para a Argentina que está quebrada. Será que o nosso destino é ficar sempre lambendo bota dos americanos e nos conformando com o final da fila de espera? Não gostei da atitude de Trump e se precisar pegar em bordunas ou zarabatanas contra ele, me chame que eu vou. Com tristeza pela apunhalada.”


Publicidade